Exposição de trabalhos escolares: um princípio e um fim

De 5 a 11 de junho, recebemos dezenas de trabalhos de alunos do ensino secundário da Escola Campos Melo. Uma iniciativa importante “para a escola, para os alunos e para a comunidade”, segundo a professora Ana Fidalgo, com quem estivemos à conversa.

Durante uma semana, o piso 0 do Serra Shopping recebe uma exposição artística made in Covilhã: são os trabalhos realizados por alunos de uma escola bem próxima do nosso Centro que têm em nós uma plataforma para chegarem até todos os covilhanenses. Ana Fidalgo, professora desta escola e uma das responsáveis pela exposição, explicou-nos que esta “é a melhor forma de mostrar à comunidade o que os nossos alunos de arte fazem”.

Os trabalhos expostos são realizados nas disciplinas de Desenho A e Oficina de Artes. No caso de Desenho A, os trabalhos são do 10.º, 11.º e 12.º anos, e recorrem à aguarela, à sanguínea, ao lápis e à grafite. “Desenham um sapato, um olho, um corpo humano a nu – tudo o que desenvolva a noção de dimensões e que lhes permita experimentar diferentes técnicas”, contou-nos a professora. No caso da Oficina das Artes, os trabalhos são dos alunos do 12.º ano e tratam-se de telas que compilam “o percurso de cada um durante o ano”. “As técnicas exploradas, os materiais possíveis e os vários suportes que usaram resultam num único trabalho final.”

Esta exposição é um princípio e um fim para muitos destes alunos. “Cada um deles tem o objetivo de expor o melhor trabalho possível nesta mostra e trabalhamos todo o ano com esta exposição sempre muito presente: é uma motivação extra para os alunos, que trabalham logo com outra dedicação”. Por outro lado, é também um princípio para alguns deles, já que a projeção que ganham é rara para tão jovens artistas. “Já houve vários alunos que foram convidados a partir daqui, por terem sido vistos por pessoas do meio. Houve quem fosse convidado a expor na Galeria de Tinturaria e também na Galeria António Lopes. É um passa a palavra que se gera e que dá origem a outras oportunidades.” E o prazer em abrir portas é todo nosso.

Fica então o convite – nosso, dos professores envolvidos e de todos os alunos – para que visite a exposição e conheça de perto o que os nossos jovens artistas andam a fazer. A Covilhã é de facto uma terra de talento!

Publicação
03 de Junho de 2019
Categorias
Eventos
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço